ihf louquera 1915 768x512 1 jpg
Creditos: Lucas Sa
NotíciasEventos

Rio Montreux Jazz Festival tem início nesta quarta-feira (11) e vai até sábado (14)

O Rio de Janeiro recebe a partir desta quarta-feira, dia 11, a terceira edição do Rio Montreux Jazz Festival, evento que conquistou a cidade com grandes nomes da música brasileira e internacional e que novamente apresenta shows exclusivos, encontros inéditos e novos arranjos. O festival terá quatro dias de duração, de 11 a 14 de outubro, e, acontecerá no Parque Bondinho Pão de Açúcar, Morro da Urca, e também na Orla do Rio de Janeiro e Forte de Copacabana com mais de 30 apresentações gratuitas.

Seguindo o modelo conhecido mundialmente do Montreux Jazz Festival, criado em 1967 na Suíça, o evento tem em seu line-up nomes consagrados assim como espaço para novos talentos que começam a trilhar seus caminhos na música. Também contará com a participação de instituições que utilizam a música como forma de educação, acessibilidade e inclusão social. A ideia é que, no período do festival, a cidade vivencie experiências musicais em diferentes locais.

No Parque Bondinho Pão de Açúcar, Morro da Urca, endereço principal do Rio Montreux Jazz Festival, estarão dois palcos – Villa-Lobos e Village – com capacidade para receber até 2 mil pessoas por dia de evento. Além de 4 shows diários, o espaço conta também com área de convivência, com opções de alimentação e bares e a vista mais espetacular da cidade do Rio de Janeiro. A venda de ingressos é feita no site do evento (riomontreuxjazzfestival.com.br/) ou pelo site da Eventim.

Seleção musical

A programação do Rio Montreux Jazz Festival, desde sua primeira edição em 2019, tem a assinatura do produtor musical Marco Mazzola. Idealizador da noite brasileira do Montreux Jazz Festival, que teve início em 1978, Mazzola busca trazer para os palcos apresentações inéditas no país, encontros entre grandes estrelas e também artistas se aventurando em novos ritmos e instrumentos.

A 3ª edição do Rio Montreux Jazz Festival será aberta nesta quarta, 11, no Palco Villa-Lobos com o puro jazz do contrabaixista John Patitucci, que traz ao Brasil seu all-star Electric Guitar Quartet apresentando David Gilmore, Steve Cardenas e Brian Blade. O repertório contará com obras que viajarão por toda sua discografia, do Classic Jazz até o Jazz-Fusion. Na sequência, Mike Stern, um dos maiores guitarristas de jazz da sua geração, nomeado nove vezes ao Grammy Awards, sobe ao palco.

No dia 12, a noite começa com a homenagem a um dos grandes nomes da música brasileira: João Bosco. O artista mineiro proporciona mais um momento exclusivo, revisitando sua carreira acompanhado por Jaques Morelenbaum, Vanessa Moreno e Mestrinho no musical intitulado “O Corsário: O Coração Tropical de João Bosco”. Fechando a noite de quinta, Ney Matogrosso celebra seus 50 anos de carreira, ao lado de Liniker, Ana Canãs, Duda Brack e Filipe Catto, no espetáculo “Sangue Latino: 50 anos de carreira de Ney Matogrosso”.

Na sexta, 13, Hermeto Pascoal, reconhecido como um dos maiores nomes mundiais do jazz, traz a celebração “A nave mãe no Rio Montreux”, O último show da noite é uma grande festa ao Nordeste brasileiro, “Viva Nordeste” com Elba Ramalho e Chico César recebendo a SpokFrevo Orquestra. A última noite do Rio Montreux Jazz Festival 2023, no sábado, 14 receberá o ícone do Jazz, Billy Cobham. Billy virá com sua banda principal formada por Emilio Garcia na guitarra, Steve Hamilton e Camelia Ben Naceur nos teclados e Victor Cisternas no baixo, apresentando um show dedicado a toda sua discografia de mais de 40 anos. Fechando o Palco Villa-Lobos, Emicida vai surpreender ao apresentar o espetáculo inédito criado para o festival “AmarElo encontra A Love Supreme”, onde o artista recria seu show AmarElo inspirado pela masterpiece do Jazz, “A Love Supreme”, de John Coltrane.

Entre os shows principais que acontecem no Palco Villa-Lobos, o público ainda poderá curtir o palco Village, onde se apresentarão artistas de diversos estilos musicais como Nanda Moura, com sua cigar box guitar e seu genuíno blues, Dani Spielmann e seu trio de choro, YEBO – musical inspirado na dança típica da África do Sul – e Maíra Freitas com seu quarteto de música instrumental além de outras atrações nacionais e internacionais. A programação dos shows gratuitos acontece na Orla da cidade e no Forte de Copacabana.

RIO MONTREUX JAZZ FESTIVAL

Datas: 11, 12, 13 e 14 de outubro

Abertura espaço: 21h

Local: Parque Bondinho Pão de Açúcar, Morro da Urca

Endereço: Av. Pasteur, nº 520, – Urca – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: https://riomontreuxjazzfestival.com.br/ ou pela Eventim

Créditos: Correio do Povo

Leia também:

pt_BRPortuguese