copacabana rio parada do orgulho lgbt 2019 foto Alexandre Macieira Riotur jpeg
Creditos: Alexandre Macieira / Riotur
NotíciasRio de Janeiro

Rio de Janeiro (RJ) está na lista de destinos dos sonhos em site especializado de turismo LGBTQIA+

A cidade do Rio de Janeiro está entre os oito destinos dos sonhos do site especializado em turismo LGBTQIA+ GayCities. Portal do turismo dessa comunidade no Brasil, a capital fluminense aparece em oitavo lugar no ranking das melhores cidades gays de 2023, elaborado com base em 100 mil votos de internautas.

Os três primeiros lugares ficaram com Mikonos, na Grécia, Amsterdã, na Holanda, e Barcelona, na Espanha, respectivamente. O quarto, o quinto, o sexto e o sétimo lugar ficaram com a capital francesa, Paris, seguida de Queenstown, na Nova Zelândia, o Havaí, nos Estados Unidos, e finalmente Phuket, na Tailândia.

Em outro ranking, das melhores hospedagens, o Rio volta a dar as caras com o tradicional Copacabana Palace, hotel histórico em frente à praia e que completou 100 anos no ano passado. O hotel aparece em quinto em uma lista que tem, nos três primeiros lugares, o Four Seasons Maui, no Havaí, o The Retreat at Blue Lagon, na Islândia, e o Palmer House, em Chicago.

Além do ranking, nesta semana, a revista internacional especializada em turismo LGBTQIA+  Passport Magazine, de Nova York, publicou uma reportagem de oito páginas sobre São Paulo (SP) e o município de Ubatuba, no Litoral Norte paulista, como destinos amigáveis à população LGBTQIA+ mundial.

Segundo o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, a Agência tem trabalhado para divulgar a imagem do Brasil no exterior como um destino turístico inclusivo, diverso e sustentável, e o ranking ajuda a confirmar esse esforço. “É a segunda publicação internacional especializada no segmento LGBTQIA+ que nos apresenta ao mundo de forma positiva, só essa semana. E o trabalho da Embratur para divulgar o Brasil no exterior é feito para que essas publicações se tornem cada vez mais frequentes. Temos trabalhado para reposicionar a imagem do nosso país como somos de fato: um país plural, imenso e com muito a oferecer. Isso é importante porque o turismo precisa ser uma atividade que reforça nossas melhores características, tornando o Brasil um lugar atrativo para se visitar e melhor para se viver”, declarou.

A coordenadora de Diversidade, Afroturismo e Povos Indígenas da Embratur, Tania Neres, concorda. “Nós estamos alinhados com o Turismo LGBTQIAP+. E a publicação confirma o que já sabemos: que o Rio de Janeiro é o nosso portão de entrada e isso contribui muito para nossas estratégias em oferecer outros destinos. Nosso trade turístico tem trabalhado cada dia mais para atender esse mercado com o respeito e a segurança necessários”, afirmou.

Ao comentar a publicação da revista especializada, a coordenadora ressaltou a importância do destaque dado à região para a Agência. “A Embratur está alinhada com e criou uma Coordenação de Diversidade para promover o Brasil como um Destino Friendly. E São Paulo (SP), por exemplo, tem a maior Parada LGBT+ do mundo. Temos vários outros destinos. Cidades como Belo Horizonte, Salvador e Florianópolis estão cada dia mais trabalhando para atenderem este mercado com respeito e segurança”, complementou.

Creditos: Embratur

Leia também:

pt_BRPortuguese