1 de5df364c1760db11c7269fb76f962b4 32164952
Exposição Mundo Zira convida cariocas e turistas para uma experiência interativa e imersiva Thiago Sabino/Divulgação
NotíciasEventos

Obras de Ziraldo ganham uma nova dimensão em exposição no CCBB-RJ

O Menino Maluquinho, A Turma do Pererê são criações de Ziraldo que se entrelaçam com a vida de crianças, jovens e adultos. As obras do renomado cartunista brasileiro ganham uma nova dimensão na exposição “Mundo Zira – Ziraldo Interativo”, a partir desta quarta-feira (06) até 13 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ), no Centro do Rio. As criações mantêm o amor pela leitura e a imaginação de gerações de brasileiros, como a artista Barbárie Matos, 27 anos. Conhecida como Artestrangeira, ela se inspirou no quadrinista para seguir carreira, através dos livros que ganhou na infância durante o período de alfabetização.

“Eu passava horas a fio lendo os livros, mas muito mais observando as ilustrações e desenhos dele. Isso foi determinante para que eu decidisse me tornar ilustradora e desenhista também. Iniciei meus estudos sozinha aos 8 anos e busquei de todas as formas me tornar uma artista profissional e graças à arte do Ziraldo, isso foi possível! O ‘ABZ do Ziraldo’ é a obra que tem meu coração e foi um presente da minha mãe. Hoje, após 20 anos, eu ainda as tenho intactas”, contou a fã do artista.

“As ilustrações são plásticas, fluidas, modernas e nostálgicas ao mesmo tempo; isso cria um ar atemporal que contempla não só a criança que me habita, como o meu lado adulto que também cria”, acrescentou. A artesã Juliana Nunes, 49 anos, sabe de cor as frases do “Menino Maluquinho”, seu livro favorito desde a alfabetização.

“Quando criança, achava que Ziraldo eram duas pessoas, uma que escrevia para criança e outra que escrevia para meus pais, no O Pasquim. Todos em casa liam Ziraldo, era como se ele fosse um amigo, um vizinho, alguém muito presente”, lembrou Juliana.

Para ela, Ziraldo inspira pela genialidade e facilidade em passar histórias para o papel, em palavras e desenhos, que fazem o leitor viajar para o mundo imaginário. “Tenho dois livros dele que ficam na minha mesa da sala para serem folheados sempre: Flicts e O Menino Maluquinho, autografado para meu filho, num encontro na Livraria Cultura. É o tesouro da casa”, enfatizou a admiradora.

Daniela Thomas, diretora artística e curadora, destaca a importância do cartunista: “O Ziraldo é um artista impressionante porque ele é amado como artista de gerações e por brasileiros que têm uma relação muito profunda com a obra dele, desde o Pererê nos anos 60 e são infinitos personagens e livros. A gente, do Instituto Ziraldo, sempre tem vontade de que as pessoas possam experimentar a obra dele, mas do tamanho da obra dele, quando a gente faz qualquer tipo de exposição. Então, esta é uma exposição que trabalha o Ziraldo hoje em dia, para os desejos das crianças atuais e essa necessidade de interagir na experiência da visita às exposições e museus, interagir com as obras. Então, na mostra, a pessoa vai ter, ao mesmo tempo, um deleite para os olhos, porque tem alguns dos desenhos mais lindos que a gente selecionou da obra do Ziraldo, e também você vai interagir com ela de todas as maneiras que a gente conseguiu inventar”, contou.

“Eu acho que ele, Ziraldo, não trata a criança com condescendência. Ele acha que a criança é um ser humano completo, não é menos que um adulto, que tem desejos, tem inteligência, tem perspicácia, tem identidade. Acho que por isso as crianças se identificam muito, porque são respeitadas. Meu pai detesta diminutivo, sabe? Então, para ele, a criança é um ser humano, assim, tão complexo quanto qualquer outro, e as pessoas ficam felizes de se reconhecer nas crianças que ele cria”, destacou a filha de Ziraldo.

Interatividade, arte e tecnologia

Segundo Adriana Lins, diretora do Instituto Ziraldo, “essa é uma exposição para ser imersiva, divertida, dinâmica, indo além da contemplação, convidando o visitante a atuar e fazer parte da brincadeira. Pensando nessa interatividade, voltamos ao vastíssimo acervo do Ziraldo com essa ideia de dar vida ao papel, como estamos fazendo com Flicts, seu primeiro livro infantil, quando o visitante se transforma em um maestro da ‘orquestra das cores’ que compõe a história. Em Mundo Zira, o público é ao mesmo tempo personagem e coautor desse universo ziraldiano”.

A exposição apresenta novidades exclusivas para os cariocas com duas áreas inéditas que enriquecem a experiência do público. A primeira, um mini estúdio, onde os visitantes têm a chance de se verem dentro dos desenhos do cartunista. Já a segunda, um caça-palavras cromático convida a uma busca por frases emblemáticas do escritor, envolvendo os participantes em uma jornada lúdica pela literatura de Ziraldo.

O percurso da exposição incentiva a criatividade e a imaginação, com um design que mescla painéis projetados e artes gráficas, criando uma imersão total no “Mundo Zira”. Adultos e crianças poderão interagir com o universo fascinante dos personagens, vivenciando de perto histórias inspiradoras da literatura infanto-juvenil brasileira.

Serviço: Mundo Zira – Ziraldo Interativo
Local: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Endereço: Rua Primeiro de Março, nº 66 – 4º andar – Centro, Rio de Janeiro/RJ
Período: 06 de março a 13 de maio de 2024
Funcionamento: Todos os dias, exceto terça-feira, das 9h às 20h.
Ingressos gratuitos: site CCBB Rio
Contato: (21) 3808 2020 | ccbbrio@bb.com.br
Créditos: O Dia

Leia também:

pt_BRPortuguese