NotíciasRio de JaneiroTurismo

De olho no mercado chinês, Rio passa a integrar a Federação Mundial de Cidades Turísticas

Agora, a cidade integra o seleto grupo de 238 cidades de 83 países com alto potencial turístico. A classe média e executivos chineses veem a cidade com muita admiração

Foto: Prefeitura do Rio

Federação Mundial de Cidades Turísticas, em Pequim, na China, aceitou a cidade do Rio de Janeiro em seu seleto grupo formado por apenas 238 cidades de 83 países. Com o ingresso do Rio na federação projeta-se uma expansão de visitantes internacionais na capital fluminense, especialmente a classe média e executivos chineses, que veem na cidade e no Brasil não somente como destinos exóticos, mas também como ótimas opções para investimentos diversos.

A entidade fará o seu encontro anual em setembro, em Taiwan. Ao participar do evento, o Rio de Janeiro terá a oportunidade de apresentar o que tem de melhor ao mercado internacional, especialmente o asiático.

Para a secretária municipal de TurismoDaniela Maia (PSDB), a aproximação com a grande e potente economia chinesa pode abrir uma série de oportunidades para a cidade e para o Estado.

“É a primeira vez que o Rio tem a oportunidade de oferecer o destino Rio para os chineses in loco e aproveitar a pujança de sua economia e o poder de seu turista que gosta de viajar”, afirmou Daniela Maia.

O Rio de Janeiro com todo o seu vasto e diversificado potencial turístico tem tudo para ser um dos grandes sucessos na área. É um dos grandes ativos da cidade, que conta com pontos turísticos conhecidos internacionalmente, como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e as praias de Copacabana e Ipanema. Além disso, o Rio de Janeiro realiza as maiores festas populares do mundo: o Carnaval e o Réveillon.

Com informações do jornal O Globo, portal Brasil 247 e Diario do Rio

Leia também:

pt_BRPortuguese