Notícias

Vem aí a nova Saara

A Prefeitura do Rio fará a requalificação urbana do Polo Comercial da Saara. O projeto prevê melhorias em 190 mil m², na área da Praça da República, da Avenida Presidente Vargas, da Avenida Passos e da Rua da Constituição. O anúncio das intervenções foi feito pelo prefeito Eduardo Paese pelo secretário municipal de Infraestrutura, Jorge Arraes, durante almoço com empresários da região nesta quinta-feira (23/09).

“A Saara precisa da reconstrução da sua infraestrutura, que é muito antiga. Tem que reconstruir a rede de esgoto e de drenagem, por exemplo, e há mudanças estéticas. Se ainda tem um lugar em que o pulmão ainda respira e o coração ainda bate de forma intensa é na Saara, que consegue sobreviver diante de tantas dificuldades como a pandemia”, declarou Paes.

A Saara vai ganhar nova drenagem, iluminação e calçamento. Nas ruas exclusivas para pedestres, como Alfândega, Senhor dos Passos e vias transversais, o piso será nivelado para proporcionar acessibilidade à população. Já a Rua Tomé de Souza ganhará uma praça linear arborizada e com bancos.

A Rua Buenos Aires receberá nova pavimentação, ordenamento das baias de estacionamento ao longo da via e esquinas em piso elevado, beneficiando a travessia dos pedestres. A Avenida Passos, que hoje recebe a maior parte dos veículos e ônibus que circulam pelo Centro, terá três pistas de rolamento, uma para BRS e duas de veículos, proporcionando calçadas mais largas que serão requalificadas e arborizadas. Ao todo, as intervenções preveem melhorias em cerca de 40 mil m² de vias.

Rua Buenos Aires receberá nova pavimentação e baias de estacionamento (divulgação/Prefeitura RJ)

O projeto está sendo finalizado pela Rio-Urbe para, em seguida, passar pelo processo licitatório de contratação da empresa responsável pela obra. Presidente da Associação Polo Saara, Eduardo Blumberg comemorou a iniciativa da Prefeitura “Estamos muito felizes. Pedimos apenas um portal e está vindo essa obra de infraestrutura”.

Também participaram do evento os secretários de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, e de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, além do subprefeito do Centro, Leonardo Pavão.

Projeto sancionado

Durante o encontro, Paes sancionou o Projeto de Lei Nº 418/2021, que prorroga o prazo para o contribuinte daquela região cumprir as exigências e manter a isenção do IPTU dos imóveis de interesse histórico, cultural ou de preservação paisagística. Para ter direito ao benefício, os imóveis deverão estar em bom estado de conservação e com suas características arquitetônicas e decorativas respeitadas.

Fonte: Prefeitura do Rio

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: