Notícias

The Economist: Rio de Janeiro está no ranking das cidades mais seguras do mundo

A capital fluminense ficou no 39º lugar, posição melhor do que na última pesquisa

A cidade do Rio de Janeiro está no ranking das cidades mais seguras do mundo do jornal britânico “The Economist”. A capital fluminense ficou no 39º lugar, posição melhor do que na última pesquisa, feita há dois anos, quando ficou em 41º. O Rio de Janeiro recebeu pontuação 61.8 – a nota máxima é de 100 e quanto mais próximo deste valor, mais segura é considerada a cidade.

Para o presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes, a mudança nas políticas de segurança pública implantadas pelo governo estadual, com operações diárias de inteligência, aumento de patrulhamento por meio do programa Segurança Presente e pela presença de viaturas nas estradas, incrementou o nível e a percepção de segurança na capital e no interior. “Os números deixam claro que, nos pontos de interesse turístico, temos padrões de primeiro mundo”, comemora.

A delegada titular da DEAT (Delegacia Espacial de Apoio ao Turismo) do Rio de Janeiro, Patrícia Alemany, afirma que os indicadores da cidade em relação aos pontos turísticos são muito positivos. “A incidência de crimes é muito baixa em comparação com a entrada de turistas – em 2019 recebemos 1,2 milhão de visitantes estrangeiros e registramos 3,4 mil crimes contra eles, ou seja, somente 0,31%”, disse.

Elaborado pelo Economist Intelligence Unit, do jornal britânico The Economist, o ranking “Safe Cities Index” é atualizado a cada dois anos desde 2015, quando foi divulgado pela primeira vez. São analisadas 60 cidades, sendo que o periódico faz a classificação de 76 indicadores em cinco diferentes eixos – segurança digital, saúde, infraestrutura, pessoal e ambiental.

Fonte: Pedro Menezes / Mercado e Eventos

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: