NotíciasRio de Janeiro

Rock in Rio pode se tornar patrimônio imaterial da cidade

Vista geral da Cidade do Rock, no Parque Olímpico | Foto: Divulgação

A Câmara Municipal aprovou nesta quarta-feira (09/03), o projeto de lei 765/21, de autoria do vereador Felipe Michel, que torna o Rock in Rio patrimônio imaterial da cidade. Na época em que foi secretário de Eventos, em 2019, o vereador comandou pessoalmente a operação Rock in Rio, acompanhando a chegada e a saída do público em todos os dias do festival, e afirma que, por isso, decidiu apresentar o projeto.

Trabalhando diretamente neste evento gigantesco pude ter a noção da importância dele para a economia, o turismo e até a mobilidade da nossa cidade. Tanto que deixamos de legado alguns veículos do BRT que a principio tinham sido disponibilizados apenas para os dias de espetáculo“, disse Felipe Michel.

Idealizado pelo empresário brasileiro Roberto Medina, o Rock in Rio foi realizado pela primeira vez em 1985 e é reconhecido como um dos maiores festivais musicais do planeta.

Segundo o texto, “o Poder Executivo, através de seus órgãos competentes, apoiará as iniciativas que visem a valorização e a divulgação deste festival”. Para entrar em vigor, a lei precisa ser sancionada pelo prefeito Eduardo Paes.

O Rock in Rio está marcado para acontecer em 02, 03, 04, 08, 09, 10 e 11 de setembro no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Confira o line-up do Palco Mundo do Rock in Rio 2022:

02/09 (sexta-feira)
Iron Maiden
Dream Theater
Megadeth
Seputura + Orquestra Sinfônica Brasileira

03/09 (sábado)
Post Malone
Marshmello
Jason Derulo
Alok

Justin Bieber
Demi Lovato
Migos
Iza

08/09 (quinta-feira)
Guns N’ Roses
Maneskin
The Offspring
CPM 22

09/09 (sexta-feira)
Green Day
Fall Out Boy
Billy Idol
Capital Inicial

10/09 (sábado)
Coldplay
Camila Cabello
Bastille
Djavan

Dua Lipa
Megan Thee Stallion
Rita Ora
Ivete Sangalo

 

Fonte: Diario do Rio

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: