Notícias

Rio: turismo marítimo promete ser o melhor em 10 anos

Navios de Turismo atracados no Pier Mauá / Divulgação
De outubro de 2022 a maio de 2023, 35 navios de longo curso farão 309 paradas em 45 roteiros em 15 estados. O Rio de Janeiro está entre eles

A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil, sigla para Cruise Lines International Association) tem projeções alvissareiras para a temporada de cruzeiros 2022/2023, período no qual o Brasil receberá 8 navios de cabotagem que navegarão por 160 roteiros, ofertando 674 mil leitos. Segundo a entidade, a demanda reprimida deve alavancar o turismo marítimo, o que fará do biênio um momento de grandes resultados no comparativo aos últimos dez anos.

Mas a costa brasileira não receberá apenas os navios de cabotagem – que navegam entre portos marítimos sem perder a costa de vista-, o país deve receber ainda mais 35 embarcações de longo curso. Fato que coloca “o país de volta na rota de importantes companhias marítimas de todo o mundo,” segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos.

Os oito navios de cabotagem partirão dos portos Rio de Janeiro (RJ), Itajaí (SC), Maceió (AL), Salvador (BA) e Santos (SP), percorrendo 160 itinerários e 486 escalas em 17 destinos que incluem Buenos Aires, Montevidéu e Punta del Este.

De outubro de 2022 a maio de 2023, 35 navios de longo curso – embarcações que saem de destinos internacionais e fazem parada no Brasil, para em seguida seguir o roteiro – farão 309 paradas em 45 roteiros em 15 estados, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Bahia e Amazonas. A Clia espera que tamanha movimentação marítima gere um ganho econômico considerável para o mercado nacional.

As informações são da Agência Brasil.

Fonte: Diario do Rio 

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: