Notícias

Orquestra Sinfônica Brasileira se apresenta na Cidade das Artes no fim de semana

Priscila Rato (foto Marina Andrade)
Récita de domingo integra os Concertos para a Juventude – apresentações de caráter didático com ingressos a preços populares

Jogar luz sobre as individualidades artísticas dos músicos da orquestra, colocando-os na posição de solistas em grupos de câmara. Esta é a proposta da Série Músicos da OSB, cujo primeiro programa de 2022 a Orquestra Sinfônica Brasileira levará ao palco do Teatro de Câmara, na Cidade das Artes, dias 21 e 22 de maioUbiratã Rodrigues, violinista da OSB, atuará como regente nas apresentações e a nova musa do Rio, a spalla Priscila Rato será a solista. O concerto do sábado (21)/5 é noturno (19h), enquanto o do dia 22/5 (domingo) integra os Concertos para a Juventude – récita matutina, de caráter didático, com ingressos a R$10.

A obra de Shostakovich que abre este espetáculo é, na verdade, uma transcrição orquestral feita por Rudolf Barshai – amigo e discípulo do compositor – para o Quarteto de Cordas No. 4, escrito em 1949. Shostakovich idealizou o quarteto como um ato de protesto contra o antissemitismo na União Soviética, e a peça apresenta uma forte inflexão judaica, sobretudo no movimento final. Neste ambicioso arranjo realizado por Barshai, a tensão dramática do Quarteto em Ré maior ganha novas proporções, principalmente por conta das brilhantes escolhas instrumentais.

Mesmo que Mozart seja primariamente lembrado como um grande virtuose das teclas, é importante lembrar que ele também foi um exímio prodígio de outro instrumento: o violino. A informação não apenas dá à genialidade mozartiana uma nova camada, mas também explica a desenvoltura idiomática das suas obras para o instrumento de cordas. De todos os ensaios de Mozart no gênero, o Concerto para Violino e Orquestra No.3, em Sol Maior, K.216 – segunda obra deste programa – é certamente um dos mais conhecidos. Nele, a leveza orquestral e a graciosidade no manejo da escrita se complementam em um todo de puro frescor.

Embora reminiscente dos concerti-grossi barrocos, a última peça do programa, o Divertimento para Orquestra de Cordas de Béla Bartók, é uma obra original, de texturas neoclássicas. Escrita no ano de 1939, em 15 dias de extrema concentração e produtividade, a composição foi encomendada pelo maestro suíço Paul Sacher, famoso patrono musical responsável por comissionar as Metamorphosen de Strauss e o Concerto em Ré, de Stravinsky.

Criados em 1943, os Concertos para Juventude têm como fundamento promover uma aproximação entre o público e a música de concerto. Para isso, a série é composta por apresentações didáticas que, em 2022, contam com a atriz Suzana Nascimento como mestre de cerimônia. A performance musical é intercalada com informações sobre as obras apresentadas e seus compositores, além de curiosidades sobre o funcionamento de uma orquestra sinfônica e seus instrumentos. E para deixar o concerto mais dinâmico, o programa é mais curto em relação ao apresentado na noite anterior. Na manhã de domingo (22/5), o segundo movimento da obra de Shostakovich e os dois movimentos finais da peça de Mozart serão suprimidos.

PROGRAMA 21/5:

Dmitri Shostakovich – Sinfonia de Câmara Op. 83a
(Arranjo do Quarteto de Cordas No. 4 em Ré maior, Op. 83)
I. Allegretto
II. Andantino
III. Allegretto
IV. Allegretto

Wolfgang Amadeus Mozart – Concerto para Violino e Orquestra nº 3 em Sol Maior, K216
I. Allegro
II. Adagio
III. Rondeau. Allegro

Béla Bartók – Divertimento para Orquestra de Cordas
I. Allegro non troppo
II. Molto Adagio
III. Allegro assai

PROGRAMA 22/5 (Concertos para a Juventude):

Dmitri Shostakovich – Sinfonia de Câmara Op. 83a
(Arranjo do Quarteto de Cordas No. 4 em Ré maior, Op. 83)
I. Allegretto
III. Allegretto
IV. Allegretto

Wolfgang Amadeus Mozart – Concerto para Violino e Orquestra nº 3 em Sol Maior, K216
I. Allegro

Béla Bartók – Divertimento para Orquestra de Cordas
I. Allegro non troppo
II. Molto Adagio
III. Allegro assai

SERVIÇO:
OSB – Série Músicos das OSB
Dia 21 de maio de 2022 (sábado), às 19h
Ingressos: R$ 40,00 (R$20,00 meia)
OSB – Concertos para a Juventude
Dia 22 de maio de 2022 (domingo), às 11h
Ingressos: R$ 10,00 (R$5,00 meia)
Local: Cidade das Artes | Teatro de Câmara (Avenida das Américas, nº 5.300 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro)
Ingressos à venda na bilheteria da Cidade das Artes e no site Sympla

Fonte: Diario do Rio

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: