Notícias

‘O turismo será a locomotiva da economia do Rio’, diz Sávio Neves

Foto: Óskar Sjöstedt

O Trem do Corcovado é o principal desafio comandado por Sávio Neves. Sobre esse assunto, ele conversou com o DIÁRIO DO RIO.

DIÁRIO DO RIO: Como está o funcionamento e a presença de público no trem do corcovado durante esse período de pandemia?

Sávio Neves: O Trem do Corcovado, nestes últimos 20 meses de pandemia, assim como toda a atividade do Turismo, tem sofrido muito. De março 2020 a agosto 2020, ficou fechado. Desde setembro, estamos operando com movimento abaixo de 25%. Chegamos a registrar 16% do movimento normal.

DIÁRIO DO RIO: E como está esse ano?

Sávio Neves: Desde julho 2021, iniciou-se uma tímida retomada lenta e gradual. A expectativa é que em janeiro estejamos próximos da marca de 2/3 do fluxo normal histórico.

Foto: Óskar Sjöstedt

DIÁRIO DO RIO: Em 1922, foi lançada a pedra fundamental do Cristo Redentor. Teremos alguma celebração especial no Trem, ano que vem?

Sávio Neves: Já se inicia a contagem regressiva do centenário da Estátua, uma das 7 Maravilhas do Mundo.

DIÁRIO DO RIO: Mas 2021 também é ano de festejos para o Cristo Redentor, não?

Sávio Neves: Este ano, mesmo com todas restrições impostas pela pandemia, dia 12 de outubro serão comemorados os 90 anos da inauguração do Monumento ao Cristo Redentor.

DIÁRIO DO RIO: E para esse período pós-pandemia quando o turismo vai ser muito importante, o que o Trem do Corcovado está planejando para o público?

Sávio Neves: O Turismo será a locomotiva da economia do Rio e do Brasil. A atividade turística tem capilaridade e interação com outras atividades econômicas. Certamente o Turismo será a grande força motora da retomada.

DIÁRIO DO RIO: Para qual público, inicialmente, o Trem do Corcovado está olhando?

Sávio Neves: O Trem do Corcovado, ciente deste novo cenário, se prepara para atrair os turistas brasileiros, em especial SP, MG, do próprio Rio, ES, GO, DF. São 11 milhões de brasileiros que viajam todos os anos para o exterior e que por diversos motivos agora estarão desestimulados para sair do País. É este público que tem potencial de visitar o Brasil, que estaremos atraindo pro Rio.

DIÁRIO DO RIO: Para fechar, qual seu objetivo maior no turismo de uma cidade como o Rio de Janeiro, que já tem muito potencial nesta área, mas ainda falha em alguns pontos?

Sávio Neves: Em todas as funções que exerço, sonho transformar o Rio de Janeiro, verdadeiramente, em um destino turístico de alto nível.

Fonte: Diário do Rio 

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: