Notícias

Governador do RJ sanciona lei que transforma o Sambódromo em Patrimônio Material e Cultural

O governador Cláudio Castro sancionou a lei que transforma o Sambódromo da Marquês da Sapucaí em Patrimônio Material e Cultural do estado do Rio.

De autoria do parlamentar Dionísio Lins (PL), a lei pretende resguardar o espaço para fins de preservação cultural, além da historia do samba, da música e do carnaval, preservando o local para a visitação turística.

A sanção foi feita em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (19).

“O Sambódromo é um grande estádio construído com o objetivo de sediar não somente o desfile das escolas de samba, mas também todas as diversas manifestações culturais, levando conhecimento e gerando empregos na cidade”, explicou o parlamentar.

Projetado por Oscar Niemeyer e fundado em 1984, o Sambódromo, localizado entre o Santo Cristo e a Cidade Nova, possui uma pista de 650 metros e capacidade de público de cerca de 60 mil pessoas

A palavra “Sambódromo” foi criada pelo sociólogo Darcy Ribeiro pela junção das palavras “Samba” e do termo grego “drómos”, que significa caminho.

“A lei é um reconhecimento à história do samba e a tudo que o carnaval simboliza”, disse o governador do Rio.

Fonte: G1

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: