EventosNotícias

Festival do Café chega ao Downtown neste fim de semana com expositores de todo o Brasil

Itinerante, maior evento cafeteiro do Rio estreia na Barra e, pela primeira vez, reúne cafeterias locais, que sediam oficinas e palestras com especialistas; noites terão shows musicais do samba ao jazz

Com mais de dez cafeterias, metade aberta nos últimos dois anos, o Downtown sedia, no próximo fim de semana, a maior exposição e mercado aberto ao público do setor. Reunindo mais de 30 expositores, o Festival do Café acontece em 29, 30 e 31 de julho (sexta, sábado e domingo), com os mais diversos tipos de grãos especiais, para degustação local e para levar para casa, além palestras, oficinas e shows musicais harmonizando aromas e sons.

Realizado desde 2018, o já consagrado Festival do Café faz sua edição de estreia na Barra, com um ingrediente inédito. Pela primeira vez o evento envolve lojas locais, que vão sediar eventos, oficinas e palestras com especialistas. Todas gratuitas, elas têm inscrição online pelo site https://doity.com.br/palestras-festival-no-downtown.

Polo cafeteiro

A ideia de reunir os lojistas partiu do próprio festival, reconhecendo o pólo cafeteiro que se tornou o Downtown. “Já conhecia a maioria dos lojistas. Então, os chamei e falei ‘vamos fazer um evento no Downtown e quero envolver todos vocês nesta iniciativa’’, resume Luiz Fernando Villela, organizador do Festival do Café.

O mezzanino do Beco do Café caiu como uma luva para as palestras, que vão da História do Café, abrindo o festival, às 18h de sexta, a métodos de preparo, com a barista Aisha Pereira, e gestão de cafeterias, com Chris Gursching – sábado, 14h e 16h, respectivamente. A cafeteria vai funcionar em horários extras durante o festival. “Vamos deixar a loja aberta durante as palestras”, explica Jorge Lage, sócio do Beco do Café. “Esse engajamento é bom para as lojas”, comemora.

No Empório do Café Soho, os visitantes poderão participar da preparação dos grãos, torrados na própria loja, em três horários (sexta às 19h, sábado às 11h30 e domingo às 14h). “Vamos oferecer ao cliente a experiência de se fazer o café mesmo, desde o processo de pesagem, passando por operar a máquina de torra até fechar a embalagem”, explica Fernando Alvarenga, administrador do Soho, que também terá barraca na área principal do evento, na Praça Central.

Produtores torrefadores e cafeterias

Cafés especiais, com classificação internacional, vão ocupar as mais de 30 barracas na Praça Central do Downtown, com exposição e venda para degustação no local e para casa. Os expositores dividem-se entre produtores, torrefadores e cafeterias – quando não reúnem duas dessas classificações, ou até as três juntas, como explica o organizador do festival. “Temos os produtores, que plantam e colhem os cafés especiais e vêm colocar diretamente seus grãos à venda, inclusive para bares e restaurantes”, explica Luiz Fernando Villela, exemplificando que este é o caso do Brasil em Grãos, Cafés de Divino e Café Cléssico.

Em seguida, há as torrefações, como Pandora – fornecedora do Beco do Café – e Madura Coffe, que vendem o pó de café e as cafeterias, que preparam e vendem a bebida pronta, como Coffe Five e Cheirin Bão – cuja loja no Downtown terá um quiosque no festival. É bem comum aquelas que unem torrefação e cafeteria, caso do Empório do Café Soho e Armazém do Café – outras duas marcas que têm suas lojas no Downtown e também terão barraquinhas no Festival do Café.

Há, ainda, quem executa todas as fases do processo, como a Fazenda Paradiso, mais uma expositora do Festival do Café no Downtown. “Eles plantam seus grãos, no interior de Minas Gerais, fazem a torra e preparam a bebida”, enumera Luiz Fernando Villela.

Harmonia do samba, do choro e do jazz

A programação musical deste Festival do Café no Downtown segue o capricho dos produtores, com shows de alto nível todos os dias, no palco da Praça Central. Quem abre a programação, às 19h de sexta (29) é um dos grupos instrumentais contemporâneos mais importantes do Rio, El Miraculoso Samba Jazz, quarteto de guitarra, baixo e bateria, mais trompetista que agora também toca órgão e synth.

O jazz segue, combinado a MPB, samba, blues e releituras pop, com o guitarrista Felipe Pinaud e a cantora a multi-instrumentista Luciana Lazzulli (sábado, 30, 17h), Galante Trio e a banda do baterista Mac Willian Caetano – respectivamente 16h e 18h do domingo, dia 31.

Roda de choro, às 19h e samba com a cantora Branka revisitando sucessos de Clara Nunes, às 21h, são outros destaques da programação musical, ambos no sábado (30).

Expositores

Produtores, torrefações e Cafeterias

Cafés de Divino-MG (produtor)

Café Cléssico (produtor)

Café Gertrudes (produtor)

Brasil em grãos (produtor)

Pandora (torrefação)

Madura Coffee (torrefação)

Café No Chalé (torrefação)

Armazém do Café (cafeteria e torrefação)

AS Café (cafeteria e torrefação)

Café Soho (cafeteria e torrefação)

Fazenda Paradiso (cafeteria, torrefação e produtor)

Breewz (cold brew – café gelado)

Cremes de café

Cremô

Café Caramello

Chás e kombuchas

Chá Azul

Chá Gan Tea

Kombucha Imperial – chá fermentado

Cervejas com cafés

Matisse

Brewpoint

Cerveja criatura

Leite vegetal de aveia

Nude

Queijos e doces mineiros

Troço Bom Doceria

Clube do Queijo

Doces em geral

Miamor (pão de mel)

Xugar (doces, cookies e brownies)

Laka (biscoitos)

Geleias e antepastos

Pestare

Geleia Imperial

Palestras e oficinas

Sexta (29/07)

18h: História do Café (Beco do Café)

19h: Práticas de torra (Empório do Café Soho)

Sábado (30/07)

10h: Coffe Hunter – segredos e buscas pelos melhores cafés (Beco do Café)

11h30: Práticas de torra (Empório do Café Soho)

14h: Métodos de preparo (Beco do Café)

16h: Gestão de cafeterias (Beco do Café)

18h: História do Café, com Marcos Modiano, fundador do Armazém do Café (Beco do Café)

Domingo (31/07)

10h: Diferença entre cafés especiais e tradicionais (Beco do Café)

11h30: Queijos artesanais brasileiros (Beco do Café)

14h: Práticas de torra (Empório do Café Soho)

16h: Diferença entre chá e infusão (Beco do Café)

Inscrições gratuitas: https://doity.com.br/palestras-festival-no-downtown

Programação

Sexta (29/07)

17h: Flávio Guanabara (DJ)

19h: El Miraculoso Samba Jazz

21h: a definir

Sábado (30/07)

11h: Flávio Guanabara (DJ)

17h: Luciana Lazulli e Felipe Pinaud

19h: Roda de choro instrumental

21h: Branka canta Clara (samba, com sucessos de Clara Nunes)

Domingo (31/07)

11h: Flávio Guanabara (DJ)

16h: Duas em Ponto (duo de cantoras)

18h: Galante Trio

20h: Mac Willian Caetano

Festival do Café

Sexta (29/07), das 17h às 22h

Sábado (30/07), das 11h às 22h

Domingo (31/07), das 11h às 22h

Downtown

Avenida das Américas, 500, Barra da Tijuca

Entrada franca

Pet friendly

Estacionamento com mais de 3 mil vagas

Metrô: Jardim Oceânico

BRT: Bosque Marapendi

Pontos de Uber, táxi e ônibus na porta

 

Fonte: Diario do Rio

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: