Notícias

Cúpula Mundial para o Futuro do Turismo debate a importância de transformar o setor

Cúpula Mundial para o Futuro do Turismo acontece em Barcelona

No segundo dia da Cúpula Mundial para o Futuro do Turismo, em Barcelona, nesta quarta-feira (26), a Organização Mundial do Turismo (OMT), em conjunto com outras organizações das Nações Unidas, ministros e personalidades dos setores público e privado, concordou em aproveitar a oportunidade para retomar e melhorar o turismo enquanto nesta recuperação, reconhecendo a importância de transformar o turismo “para as pessoas, o planeta e a prosperidade”.

O turismo se uniu em torno de uma chamada à ação comum, delineando uma visão compartilhada para o futuro sustentável e inclusivo do setor. Enquanto os líderes mundiais se preparam para se reunir em Glasgow para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), a Declaração de Barcelona afirma que “o turismo deve estar na vanguarda da adaptação, maior sustentabilidade e da transição para um crescimento livre de emissões”.

Entre os principais atores que apóiam o plano estão a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) e a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), além de empresas, destinos e governos de destaque.

O secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, enfatizou a necessidade de “liderança clara para garantir o financiamento necessário para construir um futuro mais sustentável”. E acrescentou que “o apelo à ação de Barcelona é a prova de que nosso setor está preparado para liderar, enfrentar e superar desafios e construir um turismo melhor para todos”.

O apelo à ação de dez pontos inclui o compromisso de integrar mais plenamente o turismo nos planos de ação nacionais e locais, garantindo que o setor se engaje em questões como habitação, uso do espaço público e uso do turismo. Destaca-se ainda a necessidade de assegurar que a reativação do setor e o seu crescimento futuro sigam os princípios do Código Global de Ética para o Turismo da OMT e estejam em linha com as ambições dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Fonte: Mercado e Eventos

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: