NotíciasOutros

Covid-19: Rio anuncia reabertura da cidade em setembro, com público nos estádios e shows pelas ruas

A prefeitura do Rio anunciou na tarde desta quinta-feira um novo plano de flexibilização das medidas de restrição da cidade. Sob o nome da campanha “Rio de Novo, um ano de reencontros”, o plano prevê uma meta de vacinação de 90% de maiores de 18 anos, mais de 4,7 milhões de adultos. Paes planeja a criação de um feriado municipal, em 2 de setembro, intitulado “Dia do Reencontro”, para entrar no calendário da capital a partir do próximo ano:

— A prefeitura quer conduzir a primeira celebração em espaço público. Estou encaminhando um projeto de Lei para o Dia do Reencontro para 2 de setembro de 2022 — diz o prefeito Eduardo Paes.

No dia 2 de setembro, a primeira etapa prevê a liberação de eventos em ambientes abertos, mas com máscaras. Os estádios serão reabertos com 50% da ocupação exclusiva para pessoas com esquema vacinal completo. Na data, espera-se que 45% da população adulta estejam imunizados com as duas doses.

— A gente quer fazer um ano de celebração do fim da pandemia. É fundamental que as pessoas continuem se cuidando, termos uma alta cobertura vacinal em pessoas acima de 60 anos e com comorbidades — frisou Paes.

A prefeitura também lançou datas de eventos a partir de setembro para “fazer um ano de celebração”. Ruas serão fechadas e haverá DJs ao longo da orla.

— Tudo em lugar aberto — afirma Paes.

Rock in Rio 2022

Em nota, a organização do Rock in Rio informou que a edição 2022 do festival está confirmada. Será nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro do próximo ano, no Parque Olímpico, com feriado no primeiro dia do festival, o Dia do Reencontro. A organização do festival também confirma que, nas próximas semanas, vai anunciar novidades, como nomes de bandas e artistas confirmados.

Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, disse que está horando com o Dia do Reencontro coincidir com o início do festival:

“Ter o apoio da Prefeitura e do Paes é fundamental. Estamos muito honrados do Dia do Reencontro ter sido escolhido para a mesma data de início do Rock in Rio, e esperamos que, em breve, o feriado seja confirmado pelo governo. Temos que estar mais unidos do que nunca para alavancar a imagem do Rio e retomar as vocações da Cidade, entre elas o Turismo. Que venha a retomada do entretenimento. O nosso passo está mais que confirmado”, enfatizou Medina na nota.

Calendário de eventos

No calendário programado de atividades a serem realizadas de 2 a 5 de setembro, estão previstos:

fechamento de ruas para o trânsito
eventos em polos gastronômicos
iluminação, projeção e apresentações musicais
DJs em diversos pontos da orla
ponto facultativo na sexta-feira, dia 3
manifestações culturais e artísticas em centenas de pontos do Rio com priorização de artistas locais
atividades em áreas abertas de equipamentos culturais do município
meia entrada nos principais pontos turísticos da cidade
iluminação de pontos icônicos da cidade
mapping e orquestra nos Arcos da Lapa
programação especial na Cidade das Artes e na Cidade do Samba
atividades em todas as vilas olímpicas
Taça Renasce Rio: partida comemorativa com 50% de público
meditação, tai chi chuan e yoga em praças e parques
campeonato de futebol solidário em comunidades
jogos de botequim

O prefeito diz que o plano será um norte e segue o caminho de outros países:

— É fazer exatamente a mesma coisa quando lançamos o primeiro calendário de vacinação. Dar um norte de quando poderemos ter uma vida normal. Sabemos que há imprevisibilidades, mas ao olhar outras partes do mundo é possível fazer essa previsão. Temos um setor de turismo, bares e restaurantes como motor da economia que muito sofreu. Temos muita fé que podemos começar a caminhar — disse o prefeito.

— Sempre fizemos esse planejamento interno, mas agora estamos apresentando para a sociedade — disse o secretário de Saúde, Daniel Soranz.

No dia 17 de outubro, para a segunda etapa, a previsão é de abrir boates e festas em locais fechados com o público usando máscara e para pessoas com esquema vacinal completo.

Já em novembro, há a previsão da liberação do uso de máscaras, sendo o item de proteção obrigatório apenas em transportes públicos e unidades de saúde.

— Isso só acontece com os respeitos das regras já impostas — salientou Paes.

Pelo atual decreto em vigor na capital, que tem validade até 9 de agosto, estão proibidos o funcionamento de boates e festas com vendas de ingresso. Bares e lanchonetes só podem atender clientes sentados com distância de 1,5 metro e mesas com até oito pessoas. As casas de shows e rodas de samba podem funcionar com lotação máxima de 40% em ambientes fechados e 60% em ambientes abertos.

Fonte: Extra

Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: