Notícias

Bases do Segurança Presente recebem tampinhas plásticas que serão revertidas em doações de ração e castrações

Rio – A partir desta quinta-feira, todas as bases do Segurança Presente irão receber coletores de tampinhas plásticas, que serão revertidas em doação de ração e castrações de cães e gatos. A parceria do Governo do Estado com a Subscretaria de Proteção Animal (RJPet) vai realizar ações de conscientização sobre proteção e bem-estar dos bichos, além de campanhas de adoção
Nesta quinta, em um evento no Palácio Guanabara, foram concedidas as primeiras cinco carteirinhas a cães de suporte emocional, que auxiliam pessoas em tratamento mental. “Essa parceria é uma prova de trabalho em união, um cuidando do outro. É uma ideia que está presente no Governo do Estado, com todas as secretarias trabalhando em conjunto pelos fluminenses”, disse o governador Cláudio Castro (PL).
Até o momento, seis bases do Segurança Presente já contam com os coletores de tampinha: Leblon, Lagoa, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Laranjeiras. “Essa parceria, além das ações de cidadania, vai promover medidas sanitárias para os animais. Daremos suporte no controle, prevenção e erradicação de doenças, incentivando, ainda, a posse responsável”, contou o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcelo Queiroz.
Os cães de suporte emocional fazem parte do tratamento contra ansiedade, pânico e depressão. A Lei Estadual 9.317/2021, sancionada pelo governador Cláudio Castro, garante pleno acesso da pessoa com transtornos mentais acompanhada de cão de suporte emocional em todos os locais públicos ou privados de uso coletivo no Estado do Rio de Janeiro.
Nesta quinta-feira, os primeiros cinco tutores receberam crachás para seus pets, que garante tendo a permanência locais públicos e privados. Para ter acesso a esse direito, é necessário apresentar atestado emitido por um psiquiatra ou psicólogo indicando o benefício do tratamento com o auxílio do cão de suporte emocional. O documento deve ser renovado a cada seis meses.
Para regularizar a situação do animal, o tutor deve enviar a documentação para a Secretaria Estadual de Agricultura, através do e-mail rjpetsuporteemocional@agricultura.rj.gov.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 97726-3381.
Fonte: O Dia 
Curta nossa página no LinkedIn e fique por dentro de conteúdos exclusivos!

LEIA TAMBÉM: